OS HOMENS DO CENÁCULO – LEONARD RAVENHILL

pentecostes
NÃO HÁ IGREJA SEM PENTECOSTES

Os homens sedentos por Deus encontram-no. Assim como a corça suspira pelas correntes das águas, as almas daqueles que se reuniram no cenáculo ansiavam pelo Deus vivo. Espiritualmente nus, recorriam a Ele para serem revestidos do bendito Espírito Santo. Esvaziados de tudo, ansiavam por serem cheios. Sem nenhum poder, permaneceram ali até serem revestidos de poder. Desprovidos de tudo, suplicavam como mendigos, as riquezas da graça de Deus. E depois, aquele bando de medrosos tornou-se um grupo de mensageiros abrasados. Embora não dispusessem de espadas, esses soldados de Cristo lutaram contra o poderoso Império Romano, e venceram. Apesar de não possuírem prestígio eclesiástico, opuseram-se à gélida ortodoxia do judaísmo estéril ferindo-a profundamente. Embora iletrados, declararam destemidamente todo o conselho de Deus, e, por fim, chegaram a assombrar os intelectualizados gregos. Continuar lendo “OS HOMENS DO CENÁCULO – LEONARD RAVENHILL”

1. NÃO TERÁ OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM – CHARLES L. ALLEN

Os Dez Mandamentos

Pouco tempo depois de Moisés ter livrado os filhos de Israel da escravidão no Egito, e ao iniciarem eles a viagem em direção á terra prometida, Deus chamou-o ao seu encontro no Monte Sinai. Ele deve ter falado mais ou menos   o seguinte: “Moisés, seu povo está a caminho da prosperidade. A terra que lhes prometi é rica e produtiva. Ela lhes dará muito mais que o essencial. Na verdade, é uma terra que mana leite e mel. Contudo, o povo nunca será feliz, nem se sentirá realizado com a posse de bens materiais. O modo como vivem deve ser mais importante  do que as riquezas. Por isso vou lhes dar dez leis para regerem este viver”. Continuar lendo “1. NÃO TERÁ OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM – CHARLES L. ALLEN”

O RITMO DO AVIVAMENTO – Gn 39:9-15

images

Umas das armadilhas mais perigosas à qual sucumbem os avivalistas é encontrada nestes versículos. Enquanto o avivamento ganha força, é preciso ter muito cuidado para não conduzir muito rapidamente as pessoas ou as situações à herança e ao avivamento. Continuar lendo “O RITMO DO AVIVAMENTO – Gn 39:9-15”

SILENCIANDO A INCREDULIDADE

Muitos textos da Palavra de Deus nos instruem a “esperar em Deus”, a permanecer imóveis, a ficar em silêncio perante Ele (Moisés – Ex 14:13-14; Josafá – 2Cr 20:15-17; Davi – Sl 37:7-8). Neste texto, Josué manda que os filhos de Israel mantenham silêncio total à medida que caminham ao redor da cidade de Jericó. A lembrança de que o castigo recebido por Israel de ficar 40 anos no deserto foi resultado dos murmúrios das pessoas incrédulas, sem dúvida, estava na mente de Josué. Naquela época, os espias tinham voltado com um relatório motivado pelo que o homem vê, sem a visão fornecida pelo Espírito Santo. Sua incredulidade de que eles poderiam tomar as terras tinha selado o destino deles no deserto. Continuar lendo “SILENCIANDO A INCREDULIDADE”

O Amor de Deus revelado na Criação – Gn 1:1

A simples afirmação de que Deus criou os céus e a terra é um dos conceitos mais desafiadores que confrontam a mente moderna. A vasta galáxia em que vivemos gira a uma incrível velocidade de 788.410 Km/h. Porém, mesmo a esta alucinante velocidade, nossa galáxia ainda necessita de 200 milhões de anos para concluir uma única rotação. Além disso, existe mais de um bilhão de outras galáxias como a nossa no universo. Continuar lendo “O Amor de Deus revelado na Criação – Gn 1:1”