O CAMINHO DO HOMEM FORTE PARA DEUS – John G. Lake (1)

Os músicos falam de uma “nota suprema” (Ultimate Note). Essa é uma nota que você não encontrará em nenhum teclado. É uma nota peculiar. Um homem se assenta para afinar um piano, ou qualquer instrumento delicado. Ele não possui nenhum guia para a nota apropriada, mas assim mesmo ele tem um guia. Aquele guia é a nota que ele possui na sua alma. E quanto mais perto ele pode trazer o seu instrumento em harmonia com aquela nota na sua alma, tanto maior perfeição ele terá atingido.

Existe uma nota suprema no coração do cristão. É a nota de vitória consciente através de Jesus Cristo. Quanto mais perto a nossa vida estiver afinada àquela nota de vitória consciente, tanto maior a vitória que será evidenciada em nossas vidas.

No meu ministério da África do Sul havia uma jovem senhora, umas das almas mais lindas que jamais conheci. Ela foi batizada no Espírito Santo quando tinha 17 ou 18 anos. Um dos desenvolvimentos mais extraordinários que se operou nela foi que o Espírito de Deus vinha poderosamente sobre ela em certas ocasiões, e em tais períodos, ela sentava-se ao piano e tocava a música que a sua alma estava ouvindo. Em outras ocasiões o Espírito Santo vinha sobre ela tão poderosamente que ela era impelida a cantar a música celestial em alguma língua angelical.

Deus deu a ela também o dom de interpretação, de forma que, frequentemente, quando o Espírito Santo vinha sobre ela, ela repetia o cântico em inglês ou holandês, conforme o caso. O seu pai e a sua mãe, eram ambos músicos. Eles logo aprenderam a gravar as músicas quando o Espírito vinha sobre ela. O pai ficava em pé ao seu lado e tomava nota das palavras do cântico à medida que ela cantava  e a sua mãe do outro lado, gravava a música que ela estava tocando. Desta maneira, uma grande coleção de músicas foi preservada.

Alguns anos mais tarde a grande prima dona, Clara Butts, veio à África. Ela estava cantando no “Wanderers Hall” em Johanessburgo. Uma noite após o concerto, ao ser entrevistada no hotel, eu fui apresentado a ela. Ela me disse: “Sr. Lake, tenho estado ansiosa para lhe encontrar, pois ouvi falar que entre o seu povo há uma mulher extraordinária que recebe música no espírito, aparentemente de um plano diferente do nosso”. Eu disse: “Sim, isso é verdade”. Ela perguntou se será possível ter um encontro com essa mulher? Eu respondi que sim e uma entrevista foi arranjada.

Uma noite fomos ao seu hotel, e ao sentarmos, Clara Butts disse para a jovem senhora: “Desejaria tanto que você tocasse um pouco daquela música sobre a qual eu ouvi falar”. Ela não compreendia que essa música só surgia à medida que o Espírito Santo viesse poderosamente sobre a pianista. Assim mesmo, a jovem sentou-se no piano. Eu disse para o grupo: “Vamos curvar as nossas cabeças em oração”. À medida que assim fizemos e esperamos, logo o Espírito de Deus desceu sobre ela, e então jorrou através de sua alma uma porção daquela música maravilhosa, linda, celestial.

Esperei para notar o efeito sobre o grupo. Quando a canção havia terminado, eu olhei especialmente para Clara Butts, que estava chorando silenciosamente. Ela ficou em pé, e se aproximando do piano estendeu as mãos dizendo: “Minha jovem, essa música pertence a um mundo sobre o qual a minha alma pouco conhece. Eu oro a cada dia da minha vida para que Deus me permita entrar nesse plano. Nesse plano está a nota suprema (ultimate) que minha alma às vezes ouve, mas que eu jamais tenho podido tocar”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s