DESTRUIR FORTALEZAS – Francis Fragipane

images

O que os homens chamam de “salvação” é simplesmente a primeira parte do plano divino para nossa vida, que é moldar nosso caráter e nosso poder à imagem de Jesus Cristo. Se não enxergarmos o nosso relacionamento com Deus desse modo, não permitiremos que se atinjam muitas áreas de nosso ser. Destruir fortalezas é demolir e remover os velhos modos de pensar, de forma tal que a verdadeira presença de Jesus Cristo possa manifestar-se por nosso intermédio.
O que é fortaleza?
2Co 10.3-5- Toda libertação bem-sucedida deve começar removendo primeiro o que protege o inimigo. Falando de guerra espiritual, o apóstolo Paulo menciona a palavra “fortaleza” para definir as fortalezas espirituais em que Satanás e suas legióes se escondem e ficam protegidos. Essas fortalezas existem nos tipos de pensamentos e idéias que dominam indivíduos e igrejas, bem como comumidades e nações.
Qual o significado bíblico da palavra “fortaleza”?
No Antigo Testamento, fortaleza era uma habitação fortificada usada para proteger-se de um ataque inimigo (1Sm 23.14,19). Situavam-se em locais da natureza, normalmente cavernas nas altas montanhas, e muito difíceis de serem tomadas.
Uma fortaleza pode ser um lugar para proteger-nos do Diabo, como no caso em que o Senhor é nossa fortaleza (Sl 18:2). Pode ser a origem da defesa para o Diabo, onde a atividade demoníaca e pecaminosa é defendida dentro de nós por nossos pensamentos simpáticos ao Diabo. As fortalezas que vamos expor inicialmente são as atitudes erradas que protegem e defendem a velha vida egocêntrica, fortalezas que frequentemente se transformam em “residências fortificadas” de opressão demoníaca na vida de um indivíduo.
O apóstolo Paulo define fortaleza como “argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus”(2Co 10:5). Fortaleza demoníaca é todo o tipo de pensamento que “exalte o eu” acima do conhecimento divino, dando ao Diabo um lugar seguro de influência na vida intrlectual de um indíviduo.
Na maioria dos casos, não se trata de “possessão espiritual”.
Os cristãos podem ser oprimidos por demônios, que podem ocupar hábitos de pensamentos não-regenerados, principalmente se esses pensamentos são defendidos pelo auto-engano ou por falsas doutrinas.
Você não pode ser possuído por nenhum demônio no sentido eterno, possessivo, mas pode ter um demônio se recusar a arrepender-se de pensamentos que fazem concessões ao maligno. Sua rebeldia contra Deus proverá um lugar em sua vida para o Diabo.
Qualquer área de nosso coração ou de nossas mente que não esteja sujeita a Jesus Cristo é vulnerável ao ataque satânico.
Por essa razão, precisamos alcançar o que as Escrituras chamam de “humildade da mente” para que a libertação real seja possível.
Satanás alimenta-se de pecado. Onde quer que haja um hábito de pecar na vida do crente, espere encontrar atividade demoníaca nessa área.
Todos nós temos uma mente carnal, que é origem de imaginações e pensamentos vãos que os exaltam acima de Deus (2Co 10:3-5). Para lidar com o Diabo temos de tratar dos hábitos de pensamento carnal, as fortalezas que protegem o inimigo.
Quando as fortalezas de nossa mente forem derrubadas, andaremos vitoriosos, embora ainda possuamos eventualmente cair em pecado. Também seremos instrumentos para ajudar os outros no processo de libertação.
O desmoronamento das fortalezas começa com o arrependimento (Mc 6:12,13). O arrependimento precede a libertação, e a libertação leva à cura em outras àreas.
Um dos aspectos do ministério de Cristo é que o “pensamento de muitos corações será revelado” (Lc 2:35). Se você andar verdadeiramente com Jesus, muitos hábitos de pensamentos seus serão expostos. Haverá um poder de Deus que o capacita a arrepender-se e receber a virtude divina em sua vida. Vai havef pressão da carne, bem como do próprio mundo demoníaco, para minimizar ou ignorar o que Deus está requerendo de vocês.
A energia que gastamos para manter nossos pecados secretos são o próprio “material” que constituí a fortaleza.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s