O QUE TODO CRISTÃO PRECISA SABER PARA SE ENVOLVER COM GUERRA ESPIRITUAL – PARTE 3 – EDILBERTO PEREIRA LUZ

Pr. Mateus e equipe - Presença marcante na Grande Celebração

Entendimento

Paulo nos oferece alguns esclarecimentos acerca da guerra espiritual:

a)   Existe uma luta, uma milícia, uma guerra.

b)   Esta luta não é contra seres humanos.

c)   Esta luta é espiritual. Ela acontece nas regiões espirituais, no Reino do Espírito.

d)    Lutamos contra demônios em vários escalões.

a) A Guerra Espiritual é Real

         Em 2Co 10:4 Paulo esclarece um pouco mais acerca da guerra espiritual.

  • Para lutarmos precisamos usar armas. As armas que usamos para lutar espiritualmente não são carnais porque a guerra não é carnal, é espiritual.
  • As armas são poderosas para destruir as fortalezas. Elas são poderosas, mas só funcionam se estivermos ligados em Deus.
  • Essas armas são poderosas para destruir as fortalezas de Satanás na vida das pessoas.
  • Essas fortalezas são construídas com:

– Sofismas – meias verdades. Toda meia verdade é uma mentira inteira.

– Altivez – orgulho, soberba, que levam as pessoas a se levantarem contra o conhecimento de Deus.

– Pensamentos que levam as pessoas a desobedecerem a Cristo.

 

Fazendo uso das armas espirituais nós podemos destruir  as fortalezas. As fortalezas são destruídas quando:

– Os sofismas são anulados;

– a altivez cai por terra;

– todo pensamento é levado prisioneiro da obediência a Cristo.

 

Estas armas espirituais que são poderosas em Deus são as peças da armadura. As fortalezas são destruídas quando:

– os sofismas são anulados;

– a altivez cai por terra;

– Todo pensamento é levado prisioneiro da obediência a Cristo.

– Estas armas espirituais que são poderosas em Deus são as peças da Armadura de Deus. Mas existem outras armas adicionais:

 

  • O Nome de Jesus – Mc 16: 17-18; João 14:13-14;

O NOME DE Jesus é uma poderosa arma ofensiva na Guerra espiritual. Jesus deixou claro que pode4mos realizar grandes coisas em Seu nome.

Um fato curioso neste texto de Marcos é que Jesus nos aponta para a realidade de que sinais maravilhosos iriam acompanhar não os grandes homens de Deus, mas aqueles que crêem nEle. Ou seja, o uso do Nome de Jesus está disponível a todos aqueles que forem capazes de crer nEle.

Então vamos ver o que um crente pode fazer no Nome de Jesus:

No nome de Jesus podemos expulsar demônios – Isto não significa que um crente comum possa conduzir todo um processo de libertação. Para isso é preciso dons especiais e um certo grau de habilidade. Mas, todo o crente pode expulsar demônios no Nome de Jesus. Não precisamos ficar carregando opressões que são resultados da presença de demônios.  No nome de Jesus podemos expulsar demônios que tentam influenciar as nossa mente, com idéias contrárias à Palavra de Deus, com pensamentos impuros; podemos expulsá-los de nossas finanças, de nossa casa. Desde que usemos com autoridade e fé o Nome de Jesus, os demônios terão que obedecer.

No nome de Jesus podemos falar outras línguas – Através do poder do Nome de Jesus, o Espírito Santo nos capacita a orar e falar em l ínguas para a nossa edificação pessoal. Orar em línguas espirituais é importante para que possamos ter um acesso exclusivo  a Deus. A Bíblia nos garante que “aquele que fala em línguas não fala a homens, mas a Deus, porque em Espírito fala mistérios” (1C o14:2). /todo crente nascido de novo e batizado no Espírito Santo, pode falar em línguas por conta do que Jesus conquistou para nós. A oração em línguas é uma arma poderosa porque através da pratica constante dela nossa fé edificada (Jd 9).

No nome de Jesus poderemos pegar em serpentes –

O Sangue de Jesus – 1Pe 1:17-21; Ex 12:21-23;

  • Oração de Ordenação – Mc 11:22-23;
  • Fé ativa – Mc 11:24;
  • Liberação de Perdão – Mc 11:25-26

b)  A guerra espiritual não é contra pessoas é contra demônios

Quando lutamos contra pessoas, erramos o alvo e abrimos espaço para os demônios nos atacarem.

Saul errou o alvo por quarentas anos. Davi não era o seu real inimigo. Por errar o alvo, Saul perdeu o reino.

As pessoas não têm poder para nos ferir, mas os demônios nos ferem. Nosso inimigo é o diabo.

Tiago 4:7 nos dá a orientação para botarmos o diabo para correr:

– Sujeitar a Deus;

– Resistir ao  diabo.

Resistir ao diabo fica mais fácil quando nos sujeitamos a Deus.

Como nos sujeitar a Deus:

  • Sujeitar-se a Deus – obediência e submissão
  • Purificar as mãos – tem a ver com o que fazemos;
  • Limpar o coração – tem a ver com o que sentimos;
  • Humilhar-se na presença de Deus – quebrantamento

 

 

Anúncios

3 comentários sobre “O QUE TODO CRISTÃO PRECISA SABER PARA SE ENVOLVER COM GUERRA ESPIRITUAL – PARTE 3 – EDILBERTO PEREIRA LUZ

  1. A guerra espiritual é uma realidade diária na vida de qualquer pessoa. É uma guerra suja e silenciosa. É suja porque os nossos inimigos (satanás e seus demônios) não medem esforços para cumprirem o que o próprio Senhor Jesus nos alertou quando disse que eles vieram para matar, roubar ou destruir (Jo 10:10).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s